Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
7/01/20 às 12h58 - Atualizado em 7/01/20 às 13h14

Água Quente começa 2020 com melhorias e muito trabalho

COMPARTILHAR

Programa chega pela primeira vez à região, que é uma extensão do Recanto das Emas, e beneficiará cerca de 28 mil morador

 

Quem mora na região de Água Quente, uma extensão do Recanto das Emas, já começou a primeira segunda-feira do ano recebendo boas notícias. É que a partir de agora a área, em processo de regularização, será contemplada pelos serviços do programa GDF Presente, que traz melhorias pontuais para as regiões administrativas do DF por meio da união de órgãos do governo. Mais de 28 mil moradores daquela região serão beneficiados.

 

Somente neste primeiro dia de trabalho já foi possível ver máquinas espalhadas por três ruas de Água Quente. O condomínio Nova Betânia, por exemplo, recebeu o serviço de patrolagem (nivelamento de vias). Uma medida paliativa e emergencial para amenizar os transtornos na região.

 

Morador da região há três anos, Sandro Ferreira tem consciência dos inúmeros problemas no local. Ele diz que ver o governo presente para resolver a situação já é um alento para a comunidade. “Esse trabalho vai melhorar muito o nosso ir e vir. Eu pessoalmente vejo a equipe do governo na rua trabalhando, e isso que é importante. A nossa área é muito grande e irregular, eu sei que o trabalho por aqui vai ser grande”, conta o autônomo de 32 anos.

 

Outro local que recebeu melhorias foi o condomínio Rócio. De acordo com o gerente de Obras de Água Quente, Antônio Marcos, há locais irregulares em que máquinas ainda não conseguem entrar, mas o governo se esforça para chegar o mais perto possível da população.

 

“Nós estamos trabalhando junto da Caesb para aumentar a vazão de água das ruas. Já furamos dois poços artesianos acima do condomínio Rócio, e nossa previsão de estrega é para os próximos dias. Essa é uma área que recebe toda a água da chuva, então causa uma erosão muito grande. Tivemos uma reunião com o governador e o secretário [de Governo] José Humberto e já adianto que o governo tem, sim, olhos para Água Quente”, afirma.

 

“Aqui estamos tampando a vala até passar as chuvas, pois a previsão é que que, com a regularização, a engenharia estude um sistema de drenagem”, completa Antônio Marcos.

 

Além desses trabalhos, a equipe também tem se empenhado em recolher o entulho acumulado em alguns pontos da região. O morador Júlio Martins, 52 anos, aprova a ação de recolhimento, mas pede punição a quem voltar a descartar lixo indevidamente.

 

“Infelizmente essa melhoria tem prazo de validade, pois as pessoas não são educadas e voltam a jogar [entulho]. Eu aposto que vão vir jogar lixo novamente em menos de 30 minutos. Eu gostaria muito que fosse realizada uma inspeção. A limpeza tem sido feita, mas precisamos de uma solução para educar essas pessoas”, declara.

 

A equipe também conta com o apoio da Companhia Energética de Brasília (CEB), que realiza troca de lâmpadas em toda a região de Água Quente. O trabalho inclui a iluminação da DF 280, que dá acesso à localidade.

 

Fonte: Agência Brasília