Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
27/11/19 às 15h58 - Atualizado em 27/11/19 às 16h02

Conheça um pouco o administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí e as ações da regional

COMPARTILHAR

Tem como objetivo aproximar a Administração junto à comunidade

 

Em meados do ano de 1971, nascia a maior região administrativa do Distrito Federal, Ceilândia. O significado do nome, está relacionado ao momento histórico de ocupação do cerrado na época. Ceilândia é a junção das siglas, CEI (Companhia de Erradicação de Invasões) e Land, que em inglês significa terra.

 

Hoje, a cidade que nasceu de uma invasão, conta com uma população de 432.927 habitantes, dividida em: Ceilândia Sul, Norte e Centro, P Sul, P Norte, Setor O, Expansão do Setor O, Condomínio Prive, QNR e QNQ e área rural. A RA possui uma das maiores economias do DF.

 

A Administração Regional de Ceilândia está presente na vida dos cidadãos, e essa presença é por meio do trabalho realizado, que tem como objetivo deixar a cidade cada vez melhor. Em 2019, foram realizados diversos benefícios, nas áreas de educação, saúde, transporte, infraestrutura, esporte, lazer e cultura.

 

Na infraestrutura e limpeza, a Administração de Ceilândia recuperou o asfalto de todas as ruas, por meio dos programas de governo, SOS DF e GDF Presente. Além do recolhimento de lixos e entulhos, limpezas de bueiros e bocas de lobo, e dos serviços essenciais, como pinturas de meios-fios, podas de árvores e trocas de lâmpadas.

 

No esporte e lazer, a administração revitalizou e inaugurou quadras poliesportivas e criou novos Pontos de Encontros Comunitários (PECs). Outro benefício importante, foi a revitalização do Estádio Regional de Ceilândia, o Abadião, que recebeu melhorias na estrutura física.

 

Na área rural, foram recuperados, numa parceria importante com a Secretaria de Agricultura e DER, mais de 150 quilômetros de estradas de terra e de distribuição de fertilizantes naturais. Uma parceria com o SLU e Emater/DF, beneficiando assim, os pequenos produtores rurais que vivem e fazem da zona rural de Ceilândia, uma terra fértil.

 

Na saúde, o GDF, em conjunto com a Admininistração, revitalizou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e também reestruturou parte do Hospital Regional de Ceilândia (HRC), que completou recentemente 38 anos de história.

 

Na área de saneamento básico, a RA, em conjunto com os consórcios do Setor Industrial e dos bairros, fez diversas melhorias, incluindo os serviços de drenagem, implantação de galerias de águas pluviais e também de água e esgoto. No setor de indústrias, o governo investiu mais de 48 milhões de reais, em obras que vão gerar mais empregos e atrair empresas para a cidade.

 

O administrador de Ceilândia 

 

Marcelo Piauí, é natural da cidade de Floriano, no estado do Piauí, mas já se considera um brasiliense nato, pois foi aqui que se formou em direito, pela Associação de Ensino Unificado do Distrito Federal (AEUDF), no ano de 1997. O advogado é militante há mais de 20 anos, onde já passou por vários escritórios de advocacia, até chegar na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), por onde passou por várias comissões, entre elas, Esporte, Cultura e Lazer.

 

Piauí, como é conhecido por todos, já esteve também no Congresso Nacional, onde foi secretário Parlamentar da Câmara dos Deputados. Recentemente, foi nomeado para o cargo de secretário-adjunto da Casa Civil do DF e esteve atuando como interino, na Secretaria Executiva das Cidades, além de acumular o cargo de Secretário-adjunto da Secretaria de Governo. Hoje, Marcelo Cunha, é o administrador dessa regional.

 

 

Fonte: informações – Ascom da Administração Regional de Ceilândia.