Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/02/20 às 15h47 - Atualizado em 11/02/20 às 15h54

Conheça um pouco o administrador do Recanto das Emas, Carlos Dalvan, e as ações da regional

COMPARTILHAR

Tem como objetivo aproximar a Administração junto à comunidade

 

Localizada a 25 quilômetros de Brasília, a Região Administrativa do Recanto das Emas foi criada em 28 de julho de 1993 para atender o programa de assentamento do Governo do Distrito Federal.

 

O nome surgiu de um sítio arqueológico existente na região e o arbusto “canela de ema”, típico do cerrado brasileiro, já os moradores mais antigos contam que havia no local uma grande quantidade dessa espécie de aves.

 

A cidade formada por 59 quadras e que de acordo com o censo de 2015 possui mais de 145 mil habitantes tem o Monumento das Emas como principal ponto de referência e a escultura na entrada da cidade foi transformada em cartão postal.

 

A região também conta com belíssimas reservas naturais formada por cachoeiras, corredeiras e nascentes. O Parque Vivencial proporciona uma área destinada à conservação do cerrado, recreação e lazer.

 

Um pouco sobre o administrador regional

 

Filho de um casal de cearenses de Monsenhor Tabosa, Carlos Dalvan Soares de Oliveira é um típico brasiliense com raízes nordestinas. Nascido em três de dezembro de 1987 é solteiro, pai e um ativo comerciante da cidade.

 

Antes de assumir a função, Carlos Dalvan atuava no setor alimentício e participava na gestão de restaurantes tendo como foco a geração de empregos e como meta a melhoria da qualidade de vida da população recantense.

 

Ações

 

A Administração do Recanto das Emas, por meio do SOS DF e do GDF PRESENTE percorreu as principais ruas da cidade recolhendo milhares de toneladas de entulho e organizou os movimentos “Manhã Sustentável” e “Meu Recanto Limpo” para combater o descarte irregular do lixo e remover focos da dengue.

 

Organizou Audiência Pública para a recategorização do Parque Ecológico e por meio de emenda parlamentar ofereceu mil vagas para castração de cães e gatos. Planejou a instalação e restauração de 36 abrigos de passageiros e recuperou 7 km de calçamento.

 

Obras importantes para a cidade foram o asfalto novo para a DF 001 entre o Balão do Recanto das Emas até o viaduto de Samambaia, a reforma dos Pontos de Encontro Comunitários (PEC’s) e a iluminação das quadras esportivas, além de entregar o Parque Infantil e a Academia Ao Ar Livre ao lado da UPA reformada. A Iluminação da Avenida Vargem da Benção e a inauguração do Polo de Extensão da Universidade de Brasília (UnB).

 

 

Fonte: informações – Ascom da Administração do Recanto das Emas