Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/03/19 às 10h22 - Atualizado em 21/03/19 às 10h29

SOS DF recupera Restaurante Comunitário em Santa Maria

COMPARTILHAR

Cada uma das 14 unidades disponíveis no DF oferece refeições adequadas e saudáveis para cerca de 1.500 mil pessoas por dia.

 

Considerada a principal a bandeira do governo Ibaneis, o SOS DF realizou mais de 41 mil ações emergenciais desde que entrou em operação, no dia dois de janeiro. São trabalhos pontuais, demandados pelas administrações regionais – como podas de árvores e gramados, trocas de lâmpadas e tapa-buraco – que buscam recuperar o Distrito Federal. A abrangência do programa, no entanto, tem sido ampliada com a ajuda de parceiras. É o caso do trabalho conjunto que envolveu a Secretaria de Segurança Pública / Subsecretaria do Sistema Penitenciário do Distrito Federal (Sesipe), por meio do programa Mãos Dadas. Com a ajuda de 11 reeducandos, o Restaurante Comunitário de Santa Maria ganhou novas cores e um ambiente mais agradável para os frequentadores.

 

“Foram seis dias de trabalho de serralheria, com pintura do piso, recuperação das portas, bancos e paredes, além de reparos elétricos e hidráulicos”, lista o gerente de Administração Penitenciária, Willian Pereira Monteiro. Ele explica ainda que o Programa Mãos Dadas tem como objetivo principal a reinserção social e que a cada três dias trabalhados, a pena é reduzida em um dia.

 

A reforma foi uma iniciativa de José Maurício da Silva. O voluntário conseguiu a doação de todo o material necessário para a obra com empresários da região e o trabalho, com custo zero para o GDF, foi finalizado e entregue à população hoje, dia 19. “Nem parece o local de antes. A comunidade local fez muitos elogios e cantou parabéns pra você como forma de reconhecer o esforço e a atitude do governo”, relatou.

 

SOS DF

 

Passados 70 dias da implantação do SOS DF, a avaliação dos gestores do programa é positiva e o grande termômetro tem sido o retorno da população. “O programa foi criado para tirar a nossa cidade da situação de abandono em que se encontrava, principalmente as regiões mais distantes e carentes. E essas ações refletem diretamente na qualidade de vida da população”, explica o secretário executivo do Conselho Permanente de políticas públicas e gestão governamental, José Humberto Pires, lembrando que o prazo de duração do SOS DF é de 100 dias. As atividades do programa são integradas e envolvem diversos órgãos do GDF, entre os quais Novacap, CEB, Detran, Caesb, DF Legal, Sesipe, SLU e DER.

 

Sobre os Restaurantes Comunitários

Cada uma das 14 unidades disponíveis no DF oferece refeições adequadas e saudáveis para cerca de 1.500 mil pessoas por dia. Elas funcionam entre 11h e 14h, com preços acessíveis: R$ 1 (um real) para o usuário inscrito no CadÚnico cuja renda familiar per capita seja de até ½ salário mínimo vigente (R$ 499,00) e/ou até 3 salários mínimos totais (R$2.994,00) e R$ 2,00 (dois reais) para o público em geral.

 

Confira o relatório com as ações diárias do SOS DF.

 

Relatório diário 2003

 

 

Fonte: Agência Brasília